Actividades adicionais

Apresentação das obras do escultor Francisco R. Remiseiro e outros actos culturais, visita guiada à cidade de Varsóvia, jantar de clausura.

Advertisements

Hospedagem

Os participantes poderão beneficiar-se de tarifas especiais ofertadas por alguns hotéis. A informação mais detalhada será oferecida na segunda circular.

Inscrição

A taxa geral de inscrição é de 90 EUROS / 350 PLN. A taxa de doutorando é de 50 EUROS / 200 PLN. Os petiscos e café entre as sessões, o jantar de clausura e os materiais impressos do congresso são incluídos na taxa de inscrição,

Sessões

As sessões poderão ser realizadas em galego, espanhol, português e inglês e serão de 20 minutos.

As pessoas interessadas em participar no congresso, devem enviar a sua proposta de palestra de uma extensão máxima de 200 palavras acompanhada dos seguintes dados:
• nome do autor
• afiliação académica
• correio electrónico
• cinco palavras clave
• tipo de participação(cota geral / cota de doutorando)
As propostas devem ser enviadas ao correio electrónico do congresso: identidadeexenero@gmail.com antes do 30 de Novembro de 2015. A notificação da selecção será comunicada aos interessados antes do 30 de Dezembro de 2015.

Comissão Organizadora

Presidentas

Maria Boguszewicz (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Ana Garrido González (Uniwersytet Warszawski, Polónia)

Secretário
Bartosz Dondelewski (Uniwersytet Jagielloński, Polónia)

Membros

Marcos Arcaya (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Aleksandra Gocławska (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Aleksandra Jackiewicz (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Marta Kobiela-Kwaśniewska (Uniwersytet Śląski, Polónia)
Rebeca Lema (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Antía Marante Arias (Christian-Albrechts- Universität zu Kiel, Alemanha)
Marta Pawlikowska (Uniwersytet Łódzki, Polónia)
Daria Salamonowska (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Juliana Serpentini (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Urszula Wilk (Uniwersytet Warszawski, Polónia)

Comissão Científica

María Xosé Agra (Consello da Cultura Galega, Espanha)
Anxo Angueira (Universidade de Vigo, Espanha)
Urszula Aszyk (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Beata Baczyńska (Uniwersytet Wrocławski, Polónia)
Luís Bará Torres (Investigador independente, Espanha)
María do Cebreiro (Universidade de Santiago de Compostela, Espanha)
Brad Epps (University of Cambridge, UK)
Helena González Fernández (Universitat de Barcelona, Espanha)
Carme Fernández Pérez-Sanjulián (Universidade da Corunha)
Maria Filipowicz (Uniwersytet Jagielloński, Polónia)
Barbara Łuczak (Uniwersytet Adama Mickiewicza w Poznaniu, Polónia)
Anna Kalewska (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Xosé Manoel Núñez Seixas (Ludwig-Maximilians-Universität München, Alemanha)
Aurora Marco López (Universidade de Santiago de Compostela, Espanha)
Zofia Marzec (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Carmen Mejía (Universidad Complutense de Madrid, Espanha)
Tadeusz Miłkowski (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Henrique Monteagudo (Universidade de Santiago de Compostela, Espanha)
Katarzyna Moszczyńska (Uniwersytet Warszawski, Polónia)
Magda Potok (Uniwersytet Adama Mickiewicza w Poznaniu, Polónia)
María Reimóndez Meilán (Investigadora independiente, Espanha)
Anna Sawicka (Uniwersytet Jagielloński, Polónia)
Piotr Sawicki (Wyższa Szkoła Filologiczna we Wrocławiu, Polónia)
Beatriz Suárez Briones (Universidade de Vigo, Espanha)
Laura Tato Fontaiña (Universidade da Corunha, Espanha)
Dolores Vilavedra (Universidade de Santiago de Compostela, Espanha)

Convocatória: Identidade e género na Galiza desde uma perspectiva interdisciplinar

O simpósio pretende reflexionar e analisar, através de uma perspectiva multidisciplinar, a identidade, ou melhor, identidades comunitárias construídas pelos galegos ao longo da sua historia. Dos mitos celtas e Atlantistas, passando pela complexa construção feita pelos exilados da América Latina, uma identidade cultural alternativa num contexto transnacional, até beber das actuais teorias pós-coloniais que ao questionarem a hegemonia metropolitana e a homogeneidade cultural reorientam a sua atenção para os estudos transculturais e a construção de identidades subalternas. A exploração moderna da identidade cultural tem reconfigurado totalmente o que pode ser considerado centro e margem, e o movimento globalizador, que parecia anunciar o apocalíptico final da diversidade cultural, tem levado muitos teóricos a conduzirem o seu olhar para essas supostas margens. Como consequência disto as identidades menorizadas tornaram-se o ponto central e protagonista dos actuais estudos em que as construções identitárias em contextos transculturais são analisadas. Do mesmo modo o feminismo e os estudos sobre diversidade sexual têm proporcionado as ferramentas teóricas fundamentais sobre a construção das identidades da margem e a exclusão. Não é pois de estranhar que na Galiza o movimento feminista esteja a ter um percurso tão longo e a denominada moda violeta tenha chegado a desestabilizar o cânone e a posição marginal das escritoras. Este encontro tem como propósito realizar um retrato complexo e um percurso minucioso pelo caso galego como exemplo paradigmático que, com certeza, aportará interessantes reflexões aos estudos de género e identidades em contextos transculturais. O simpósio vai contar com a participação de vários especialistas nacionais e internacionais, tais como a Professora Dolores Vilavedra da Universidade de Santiago de Compostela ou a Professora Helena González Fernández do Centre Dona i Literatura, da Universitat de Barcelona.

Linhas temáticas
São convidados a participar os investigadores de estudos literários, linguísticos e históricos. São propostos os seguintes eixos temáticos, contudo, todas as propostas são bem-vindas enquanto coincidirem com o tema principal do simpósio:
1. Literatura de mulher na Galiza
2. Literatura como ferramenta de desenvolvimento da identidade cultural e sexual na Galiza.
3. Feminismo como fenómeno cultural e histórico na Galiza.
4. Feminismo e situação da mulher na Galiza da perspectiva sociolingüística.
5. Neofalantes – novas identidades, novos discursos.
6. Emergência das novas identidades no mapa cultural da Galiza.
7. Emigração e identidade. Identidades transnacionais: sou galego de…
8. Identidade e ciberespaço.
9. Historia das mulheres na Galiza.
10. Memoria histórica da perspectiva genérica.
11. Recuperação da memoria histórica na Galiza.

Palestrantes plenários confirmados

María Xosé Agra (Consello da Cultura Galega, España)

Maria Filipowicz (Uniwersytet Jagielloński, Polonia)

Carme Fernández Pérez-Sanjulián (Universidade da Coruña, España)

Helena González Fernández (Universidade de Barcelona, España)

Tadeusz Miłkowski (Universidade de Varsovia, Polonia)

Beatriz Suárez Briones (Universidade de Vigo, España)

Dolores Vilavedra (Universidade de Santiago de Compostela, España)